Bembras, representante brasileira da chinesa DJI, referência em UAVs leves, traz tecnologia israelense para LAAD

A Bembras expõe o TIKAD, um novo sistema de armas totalmente robótico embarcado em um VANT (algo que o atual governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, quando viajou a Israel com o senador Flávio Bolsonaro declarou prioridade), especialmente projetado para esse fim. É chamado de “soldado do futuro” e suporta diversas cargas de guerra. O TIKAD de 50 quilos pode voar a uma altitude entre 30 e 1.500 pés. Além de armas semiautomáticas, também pode carregar um lançador de granadas 40.

O curioso do caso é que a Bembrás, que expõe tecnologia israelense na LAAD, é representante local exclusiva da empresa chinesa líder em vendas de UAV no mundo, a DJI, além da empresa de mapeamento e fotografia digital Drone Deploy e Drones Elisair . A Bembras é fornecedora regular de diversos departamentos de polícia, meio ambiente e bombeiros, tendo desenvolvido recentemente um tour de demonstração de produtos DJI através de diversas agências nacionais e regionais.

A Bembras também está promovendo na exposição o Carbyne, um sistema israelense de chamadas de emergência em “nuvem” que minimiza em até 64% a exposição a erros e o tempo de chegada de funcionários públicos ao local. Da mesma forma, também trouxe para o evento um sistema opcional para polígrafos denominado Sensorityvsa que incorpora parâmetros estatísticos, inteligência artificial, PNL, etc. analisar o comportamento gestual do interrogado, interpretando até 25.000 sinais por microssegundo. ( Javier Bonilla, correspondente do Grupo Edefa no Brasil )

Fonte: Defensa